1. CONHEÇA AS DIVERSAS FORMAS DE PAGAMENTO

Felizmente, existem diversas modalidades de pagamento que podem ser aproveitadas por quem deseja ter a casa própria. Conhecer as principais opções é essencial para escolher a alternativa que melhor se encaixa ao seu orçamento e objetivos.

A melhor alternativa é adquirir a propriedade à vista, para não pagar juros e não comprometer o orçamento com parcelas. Entretanto, por se tratar de um bem de alto valor, a maioria das pessoas não têm a quantia necessária para efetuar a compra dessa maneira.

Uma das opções mais conhecidas é o financiamento imobiliário. Nesse caso, uma instituição financeira empresta parte do valor total da propriedade e permite que o comprador devolva a quantia de forma parcelada.

Entretanto, as parcelas são acrescidas de juros, e é necessário ter muita atenção para que o empréstimo não sufoque as suas economias.

2. ESCOLHA AS CARACTERÍSTICAS DO IMÓVEL

Com tantas opções, é normal ficar confuso e indeciso na hora de comprar um imóvel. Para facilitar a busca e aumentar as chances de escolher a casa ou apartamento ideal, é importante sempre ter em mente quais são as características que você quer ou precisa.

Observe quais são os critérios que são extremamente necessários, como a quantidade de quartos, o número de vagas da garagem, qual é o tamanho ideal do imóvel, entre outros aspectos.

Além disso, é importante listar quais são as características que a casa ou apartamento pode ter para aumentar a sua qualidade de vida, como, por exemplo, piscina e área para churrasco.

3. BUSQUE UM CORRETOR DE IMÓVEIS DE CONFIANÇA

Ter orientação profissional, principalmente na compra do primeiro imóvel, pode tornar a operação muito mais tranquila e segura.

Caso decida contratar um corretor, procure ter certeza de que ele está procurando o melhor negócio para você.

É interessante pedir indicações para amigos e familiares, além de pesquisar sobre a vida profissional do candidato na internet. Para saber se ele está autorizado a exercer a profissão, basta verificar se há registro ativo no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

4. PREPARE-SE FINANCEIRAMENTE PARA COMPRA DO PRIMEIRO IMÓVEL

Seja qual for a modalidade de pagamento escolhida, é fato que será necessário pagar taxas para adquirir a casa ou apartamento. Também é essencial guardar dinheiro para as possíveis despesas com a compra de móveis, eletrodomésticos e os gastos com a mudança.

Por isso, é fundamental realizar um planejamento financeiro para não contrair dívidas.

Pode parecer simplório, mas é muito comum que as pessoas não consigam dizer o quanto gastam e o quanto ganham por mês. Entretanto, essa é uma informação importante para descobrir o quanto é possível investir na compra da propriedade, sem se prejudicar.

Ao ter o controle do orçamento, fica mais viável cortar ou diminuir gastos necessários e, consequentemente, passar a ter uma reserva de emergência.

5. FAÇA VISITAS EM HORÁRIOS DIFERENTES ANTES DE FECHAR NEGÓCIO

Atualmente, existem várias tecnologias que permitem que as pessoas que estão em busca de um imóvel possam ver a propriedade sem sair de casa.

Apesar de facilitar muito, essas ferramentas não substituem a visita presencial.

Realizar as visitas em diferentes horários e dias da semana permite que você conheça a dinâmica da região, a segurança e os hábitos da vizinhança. Dessa forma, vai saber se a localidade tem muito trânsito, se os vizinhos são barulhentos e como é a iluminação pública do bairro, por exemplo.

6. VERIFIQUE A DOCUMENTAÇÃO DO IMÓVEL

Já pensou descobrir que a casa ou apartamento que acabou de comprar tem diversas dívidas? Medidas simples podem evitar esse prejuízo. Basta conferir com atenção os documentos que o vendedor do imóvel precisa apresentar.

O carnê do IPTU, a certidão negativa de impostos municipais, o comprovante de pagamento da taxa de condomínio, entre outros.

7. LEIA ATENTAMENTE O CONTRATO

Como em qualquer transação, ler o contrato com muita atenção é essencial para evitar problemas e desentendimentos com a outra parte. Por ser um documento longo e com uma linguagem muito formal, muitas pessoas não fazem a leitura de forma adequada.

Entretanto, é importante fazer uma análise minuciosa de cada cláusula. Também é indicado buscar ajuda de um profissional de confiança ou um advogado para tirar todas as suas dúvidas.

A compra do primeiro imóvel é um momento muito especial, mas também cercado de dúvidas e inseguranças. Seguir cada etapa, desde a procura até a assinatura do contrato, com muito planejamento e pesquisa, é a chave para concretizar este sonho.

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a compreender melhor como funciona a aquisição de imóveis e o que você pode fazer para fechar o melhor negócio.